#CRIME “Militante do Sintep e ativista LGBT é assassinado a facadas em Bragança”

A polícia capturou um menor que supostamente estaria envolvido na morte do professor Paulo do Rosário Gonçalves.
Mais três suspeitos podem ser detidos a qualquer momento.
Paulo foi assassinado em sua casa, no bairro do Alegre, em Bragança.
Os acusados levaram um computador portátil do professor.
De acordo com informações da Polícia Civil, a moto do professor estava ligada quando os agentes chegaram na casa dele.
Há alguns meses, Paulinho como  era carinhosamente chamado pelos seus amigos, havia sofrido uma agressão na Vila Sinhá.
Mas a Polícia não trabalha com a hipótese de que os fatos tenham relação entre si.
Roubo seguido de morte é a linha de investigação.
O corpo do professor deve chegar no final da tarde em Bragança  do Pará, que se prepara para o Círio, ao mesmo tempo em que assiste de forma solidária ao drama dos professores da rede pública municipal.
Com passeatas e paralisações, os professores garantiram o pagamento do mês, mas não tem certeza do que ocorrerá no mês seguinte.
O Sintep emitiu Nota sobre o assassinato de Paulinho.
E diversos amigos professores se manifestaram nas redes sociais.
Seria no mínimo diplomática a apresentação de uma Nota de pesar - da parte da Semed - pela morte do professor.


Fonte © #TRIBUNADOSALGADO
 / TRIBUNADASEMANA

Tecnologia do Blogger.