#ESTRANHO “Câmara aprova LDO e depois informa que prefeitura não a enviou”

Uma semana depois de aprovar uma LDO que emite cheque em branco ao prefeito, manipular até 90% do orçamento municipal, a Câmara informa em seu site que não obteve resposta da Prefeitura Municipal de Bragança acerca do pedido de envio da Lei de Diretrizes Orçamentárias.
A mensagem completa pode ser lida neste link (http://www.braganca.pa.leg.br/transparencia/lei-de-diretrizes-orcamentarias-ldo-2017/esclarecimento)
O curioso é que este “Esclarecimento” oficial tem a sua última modificação precisamente às 20h48 do dia 05/07/2017,  data em que a Casa deveria ter realizado uma sessão extraordinária, solicitada pelo vereador Rivaldo.
A sessão foi convocada e cancelada, dando lugar a uma reunião entre os setores jurídicos da prefeitura e da Câmara.
Procurada por nossa editoria de política, a vereadora Irene Farias (PR) não emitiu nenhuma comunicado oficial sobre o episódio.
No seu segundo mandato, Irene deve ser substituída no próximo semestre, tendo necessariamente que prestar contas públicas de suas duas gestões, até porque contra ela pesam denúncias de que teria manipulado de forma irregular recursos do IR dos vereadores.
Segue “Esclarecimento” da Câmara (sem correções ortográficas e gramaticais):
“Até o presente momento não obtivemos resposta da Prefeitura Municipal de Bragança acerca do pedido de envio da Lei de Diretrizes Orçamentárias a esta Casa de Leis, motivo pelo qual a mesma não consta momentaneamente neste Portal.
Tão logo obtivermos a respectiva Lei, postaremo-la neste link”.



                                                Fonte © #TRIBUNADOSALGADO


Tecnologia do Blogger.