#PADRÃO33 “Conceito de Polícia Cidadã predomina segurança pública em Bragança do Pará”



Bacharel em direito, e curioso de filosofia, o Tenente-Coronel Alexandre Jorge Lima de Moraes Afonso, 51 anos, comanda o 33º Batalhão de Polícia Militar do Estado Pará, localizado em Bragança, distante 210 Km da capital, Belém.
Com um efetivo de 160 policiais, o Batalhão tem que atender 240 mil pessoas nos municípios de Bragança, Augusto Correa, Tracuateua, e Viseu, numa média de um policial para cada 1,5 mil, habitantes.
Com a administração enxuta, a prioridade do 33º BPM é a rua, o que levou o comandante a criar o PADRÃO 33 para premiar o desempenho de policiais e assim os estimular a melhor agir na comunidade.
Mas, mesmo assim, a Instituição enfrenta problemas com desvios de conduta da parte de alguns policiais, o que repercute de forma negativa na própria Instituição, numa cidade do interior onde o papel da polícia é muito importante, alcançando a toda a sociedade.
“Como toda corporação, nós temos problemas, se um PM desvirtua do caminho, toda a PM é afetada, pela negativa, ninguém vai ver o que se fez de bom, mas vão dizer que tem uma quadrilha na PM”, observa o policial.
E o 33º BPM tem Poder Judiciário, mas a sua jurisdição é subordinada hierarquicamente ao CPR 7, com sede em Capanema, e de abrangência aos batalhões localizados em municípios da Região do Nordeste paraense.
Mas, De acordo com o Ten.Cel, a imagem da PM ainda é vinculada ao período ditatorial e os policiais são vistos como autoritários, razão pela qual há que mudar as mentalidades, com um conceito de vanguarda, a Polícia Cidadã.
E foi por compreender a dimensão estratégica de um trabalho social, que  o  Ten.Cel PM Afonso idealizou o projeto “Novos Caminhos” , que conta com diversos parceiros das iniciativa das públicas e privadas.
Afonso tem a percepção em larga escala do que é necessário para construir políticas públicas, mediante intervenção social, o que envolve consciência cidadã urbana, quanto ao meio ambiente, seleção de lixo doméstico, e comercial, organização dos trabalhadores do lixão, ação nas escolas públicas, e prestação emergencial de serviços públicos.

 
                                                     Fonte © #TRIBUNADOSALGADO
Tecnologia do Blogger.