#FURTOS “Segunda-feira é o dia mais inseguro de Bragança do Pará”



29 ocorrências de roubo foram registradas pela PM de 1 a 17/3/2017.
E a segunda-feira é o dia preferido dos ladrões.
Nesse dia, foram registradas 24,1% das ocorrências.
O horário de maior ocorrência de furto é entre 18H e 24H.
Foram registradas 48,3% das ocorrências neste período.
Quinta-feira (20,7%), e sexta-feira (17,2%) também têm picos de ocorrências.
O dia que tem menos ocorrência é o sábado, com 6,9% de registros.
E os espaços comerciais são os mais afetados, com o registro de 96,6% dos roubos.
A maioria destes roubos foi registrada no Bairro do Perpétuo Socorro (27,6%).
Detalhe que chama atenção nestes dados é que os registros de roubo na Vila Sinhá se equiparam aos do Centro (13,8%).
Riozinho é o bairro que registrou menor número de ocorrências (3,4%).
O logradouro campeão de ocorrências foi a Avenida Santos Dumont, na Vila Sinhá, onde ocorreram quatro assaltos neste período.
55,2% dos roubos ocorre mediante ameaça.
31%, com armas de fogo, e 13,8%, com amas cortantes.
Estes números revelam que dois roubos são registrados por dia em Bragança do Pará.
Os indicadores podem subir quando consideramos que muita gente nem faz Boletim de Ocorrência.
De acordo com o Ten. Cel.PM Afonso, comandante do 33º BPM, Bragança registra maior numero de  roubos em termos absolutos na Região, mas, em termos proporcionais, a cidade pode ser considerada tranquila.
A maioria dos crimes em Bragança, segundo o policia, é roubo de celular e de moto.
Mas, ele se preocupa com a recente ocorrência de um homicídio na Vila Sinhá, com características de queima de arquivo, quando quarto pessoas foram carbonizadas dentro de um veículo.
“Nós estamos acostumados a coisas pequenas, então, se a gente deixar, a  cosia tende a aumentar, por isso, a ação da polícia é necessária”, garante o comandante militar.
Atualmente, a PM usa em diversas regiões brasileiras o conceito de “manchas criminais”, que é o que tem de mais evoluído em tecnologia para identificar diversos aspectos relacionados ao crime e a criminalidade.
Mas esta plataforma de análise criminal, entretanto, ainda não chegou em Bragança.
A moderna ferramenta de segurança pública baseada na identificação de manchas criminais disponibiliza computadores de bordo e terminais ao painel dos carros da PM.
E, com policiamento ostensivo focado nas manchas criminais, os crimes tendem a reduzir, segundo o comandante Afonso.


                                                    Fonte © #TRIBUNADOSALGADO
Tecnologia do Blogger.