#AGRONEGÓCIO "Bragança assina mais uma parceria para a identificação geográfica da farinha"

Bragança tem aproximadamente 100 casas de farinha.  A preservação, o incentivo, o registro e a certificação da tradicional produção artesanal desta herança indígena, é um dos objetivos de um seminário que acontecerá na próxima segunda-feira, 15 de março, no CDL Bragança, com apoio do Governo do Pará, Agência de Defesa Agropecuária do Pará, SEBARE, EMATER, UFPa, IFPa, além da própria prefeitura/semagri.
O seminário começa com o acolhimento, boas vindas e café da manhã, logo ás 8hs. De seguida, haverá a apresentação do projeto “Crescer no Campo – Mandiocultura na Região de Bragança”. No final da manhã, haverá a assinatura do Acordo de Parceria para a indicação geográfica da farinha de Bragança.
A indicação é fundamental ao próprio processo de certificação do produto, o que poderá transforma Bragança num polo de produção, excelência e referência para todo o país. E o resultado direto será o aumento das vendas, ampliação do  mercado, de renda, e de postos de trabalho para o Município.
De acordo com o SEBRAE-Pará, a indicação geográfica da farinha de Bragança se insere no ítem Agronegócio, com foco na agregação de valor e novos mercados, razão pela qual a instituição fortalece o processo produtivo do segmento, garante suporte tecnológico e gerencial, e promove a melhoria da qualidade dos produtos, potencializando as ações de sua comercialização.
Mais informações sobre o projeto Crescer no campo, aqui : https://www.crescernocampo.org.br/

                                                   Fonte © #TRIBUNADOSALGADO
Tecnologia do Blogger.