#DIREITODERESPOSTA “Jornal reconhece erro contra professora bragantina”



Um dos grandes jornais de circulação paraense fez mea culpa e corrigiu a informação segundo a qual haveria ameaça de prisão ou medida restritiva de direito contra a ex-secretária de educação do Município de Bragança, a professora Conceição de Maria Pinheiro.
Vinculada ao Município há 11 anos, ela responde a Ação Civil Publica por suposta contratação irregular de funcionários, durante a sua gestão na SEMED, o que nada tem a ver com fraude licitatória.
Em defesa da professora, o advogado Hugo Pádua Mercês, declarou que ela não é ré em nenhuma Ação Penal, e sequer foi acusada de participar de fraude, mas, o Ministério Público, entretanto, alega indícios de irregularidades na contratação e temporários.
Tranquila quanto a esta acusação, que ela pretende esclarecer à luz da verdade, Conceição de Maria impetrou habeas corpus preventivo para assegurar o seu direito de defesa nos processos.
Mas a notícia tomou corpo estranho nas redes sociais e ela se tornou vítima de baixarias, acusações levianas, difamações, e calúnias, generalizadas.
E um impresso de grande circulação, de forma irresponsável, e sem checar os fatos, resolveu repercutir as mentiras, que, agora, estão a ser esclarecidas.
Fundadora da Caritas Diocesana de Bragança – Pará , Conceição de Maria é licenciada plena em Pedagogia (UFPA); especialista em Pedagogia da inclusão social (FIBRA); professora universitária (Parfor - Bragança/Capanema; e Universidade Pan-Americana – Capanema).
De acordo com Hugo Mercês, a informação que circula nas redes e que foi replicada pelo jornal é completamente inverídica.
“Conceição não é ré em ação penal, e nem há qualquer risco de sua prisão, muito menos elementos que possam sustentar este pedido”, assegurou, em entrevistas que concedeu sobre o assunto.
O advogado manteve contato com a assessoria jurídica de jornal para garantir o direito de resposta de sua cliente.
Foi desta forma que ele esclareceu ao público quanto a integridade ética da ex-secretária municipal de educação, Conceição de Maria Pinheiro.

                                           Fonte © #TRIBUNADOSALGADO
Tecnologia do Blogger.