#HONORISCAUSA “Ministro da Cultura de Cabo Verde receberá Título da Academia de Letras do Brasil – Seccional Bragança”



A Academia de Letras do Brasil – Seccional Bragança do Pará (ALB-BRAGA) vai outorgar o Título de Doutor Honoris Causa ao atual Ministro da Cultura e das Indústrias Criativas de Cabo Verde, Abrão Vicente.
Ao conceder o Título, com base nos dispositivos estatutários que lhe são designados, a ALB-BRAGA, reconhece o notável empenho de Abraão Vicente para o progresso das ciências, das letras e das artes, de seu país, Cabo Verde, de África, e do planeta.
A Academia compreende que a ação e a intervenção do Ministro da Cultura e das Indústrias Criativas de Cabo Verde contribuem para o aprofundamento dos estudos e das pesquisas em antropologia e sociologia, das artes e das culturas, e das tecnológicas articuladas às ciências humanas.
E, do mesmo modo, a sua obra e trajetória profissional, política, e artística, de caráter humanista, de sensibilidade criativa, e de valorização do desenvolvimento da cidadania e da sociedade contemporânea, no campo da política, da sociedade, da educação, e das artes em geral.
A cerimônia que marcará a entrega da referida comenda ainda será definida, conforme agenda do Ministro, que, entretanto, já disponibilizou os meses de janeiro e de fevereiro para este acontecimento.
A indicação do nome de Abraão Vicente para receber o Título de Doutor Honoris Causa partiu do Imortal Presidente Executivo da ALB no Pará, Francisco Weyl, que dirige o Festival Internacional de Cinema do Caeté, que este ano homenageia ao cinema e a cultura de Cabo Verde.
Licenciado em Sociologia pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (2003), o Ministro é natural da Ilha de Santiago, Cabo Verde (1980), tendo sido, inclusive, eleito Deputado Nacional pelo Movimento pela Democracia, MpD.
Sexto filho de uma numerosa família de oito irmãos, Abraão fez os estudos superiores em Lisboa, construindo uma trajetória profissional, política e artística de destaque internacional, percorrendo e conquistando o mundo, com o seu trabalho e a sua arte, como artista plástico, cronista, escritor, fotógrafo e curador de arte.
Entre seus livros, destacam-se "O Trampolim"(Romance);  "E de repente a noite" (Poesia); "Traços Rosa Choque"( Coletânea de crónicas); e "1980 Labirintos"( Poesia); e, entre suas exposições, “Idioma Comum”: Artistas da CPLP na Coleção da Fundação PLMJ; “Bú ê” (Galeria Bozart, Lisboa Portugal); e IIIrd Black World Festival of Arts & Cultures (Dakar Senegal).
Referenciado em diversas publicações nacionais e internacionais, o nome de Abraão Vicente consta do “Guia de Artistas”, de Galicia; e do Catálogo “Artafrica”, da Fundacão Calouste Gulbenkian.


Fonte © #TRIBUNADOSALGADO
Tecnologia do Blogger.