#COLIGAÇÃO “PT reedita aliança com PMDB em Bragança”

Uma aliança que se esfacelou em Brasília se reedita em Bragança do Pará.
Trata-se da coligação partidária entre o PT e o PMDB.
E o PT vem com 13 candidatos a vereador.
Desses, dois já foram presidentes da Câmara, Nonato Ceará e Rosa Chagas.
Todos dispostos a fazer campanha para Edson Oliveira, PMDB.
O fato é inédito no Município.
Historicamente os dois grupos são arqui-inimigos.
E o partido usa da mesma estratégia (só que na direção contrária) de sua estrela-maior, PADRE Nelson, que se debandou para o PPS.
À exemplo de Nelson, que usou do marketing para se descolar do desgastado PT, o partido em Bragança se desloca da desgastada gestão de Nelson.
E vai se abraçar e dormir com o mais forte e pior de seus próprios inimigos.



De acordo com o presidente do diretório municipal, José Carlos Borges, a coligação proporcional do PT será com PSDC e PEN.
No xadrez eleitoral, há pelo menos cinco candidaturas majoritárias no Município.
Nelson, a reeleição; Edson, que comanda as consultas, mas corre o risco de não ter sua candidatura confirmada porque suas contas não foram aprovadas na Câmara.
E ainda “Raimundão”, que tem o apoio do governador Jatene, assim como Nelson.
E por fora da raia duas candidaturas que poderão surpreender, Socorro Lobão, e Gerson Peres.
Ainda hoje a #TRIBUNADOSALGADO vai publicar reportagem sobre a convenção do PCdoB.
O PPS realiza a sua convecção hoje, data limite de realização para a Justiça Eleitoral.
Este ano as campanhas serão mais discretas por conta da onda de denúncias contra a corrupção e o financiamento privado de partidos políticos.
Mas, atenção, as candidaturas somente serão homologadas a partir do dia 15 de agosto, prazo final para submissão dos documentos ao TRE.

Fonte © #TRIBUNADOSALGADO (Foto Divulgação – Rosa Chagas PT)
Tecnologia do Blogger.