#POESIA "As pérolas do Caeté num só blog"

"Seu corpo divinal de cascavel
tem ateiado tanto o meu desejo,
que pelo que se passa em mim, eu vejo
que, tenho de bancar o coronel..."


Estas são as primeiras estrofes de um SONETO escrito  em 1927 pelo poeta Antonio Telles de Castro e Souza, autor da letra do hino de Bragança.
 
O conterrâneo professor, blogueiro, especialista, escritor e confrade acadêmico (Academia de Letras do Brasil/Bragança), João Jorge Reis (FOTO), publicou nesta segunda-feira (11/7), uma nota sobre este poeta, pianista, compositor, professor de português e francês, falava inglês e conhecia o espanhol.

A nota pode ser acessada no blog de JJR, onde você também encontra temas como
  • De Castro e Souza
  • Sesquicentenário de nascimento de Acrisio Motta
  • Raimundo Sodré fala de crônica
  • LITERATURA BRAGANTINA: O COMEÇO
  • Fernandes Bello: o primeiro poeta bragantino



Acompanhe João Jorge Reis, seus estudos e pesquisas sobre a poesia de Bragança do Pará:





Fonte © #TRIBUNADOSALGADO
Tecnologia do Blogger.