#VIVO “Sons do Caeté vence prêmio Música que Transforma”


O Sons do Caeté, de Bragança do Pará, conquistou o Prêmio Vivo Música Que Transforma, na categoria Música Que Ensina.
Eram três categorias avaliadas por um júri convidado e ainda um vencedor por voto popular.
O prêmio reconhece projetos que projetos educativos que promovem a transformação social com o ensino musical.
A premiação aconteceu nesta terça (21/07).
É voltada a iniciativas que utilizam a educação musical para promover a transformação.
O projeto disputou a premiação com o Alma de Batera, de São Paulo, e o Cultura, Arte, Educação e Cidadania, de Sergipe.
Criado em 2006, acolhe crianças, adolescentes e jovens e propõe a inclusão por meio da formação profissional e cultural no Pará.
Além das aulas de música e cidadania, os alunos recebem cursos de luteria (fabricação e manutenção de instrumentos musicais).
O Sons do Caeté, de Bragança do Pará, conquistou o Prêmio Vivo Música Que Transforma, na categoria Música Que Ensina.
Eram três categorias avaliadas por um júri convidado e ainda um vencedor por voto popular.
O prêmio reconhece projetos que projetos educativos que promovem a transformação social com o ensino musical.
A premiação aconteceu nesta terça (21/07).
É voltada a iniciativas que utilizam a educação musical para promover a transformação.
O projeto disputou a premiação com o Alma de Batera, de São Paulo, e o Cultura, Arte, Educação e Cidadania, de Sergipe.
Criado em 2006, Sons do Caeté acolhe crianças, adolescentes e jovens e propõe a inclusão por meio da formação profissional e cultural no Pará.
Além das aulas de música e cidadania, os alunos recebem cursos de luteria (fabricação e manutenção de instrumentos musicais).
Ao chegar esta tarde a Belém, o ativista cultural Aurimar Araújo, que coordena o projeto vencedor, declarou-se emocionado e feliz.
Em Bragança, diversos atores sociais e culturais se manifestaram nas redes em apoio a conquista.

Fonte © #TRIBUNADOSALGADO / Prêmio Vivo Música Que Transforma
 
 
Tecnologia do Blogger.