#ACUSAÇÃO Político sai aos gritos de sessão camarária de Bragança



 O ex-prefeito Edson Oliveira (PMDB) não ficou nada satisfeito com a decisão da Câmara Municipal de Bragança. Os vereadores reprovaram as suas contas relativas a 2008. O próprio Tribunal de Contas dos Municípios (TCM)  as havia aprovado com ressalvas. Com a decisão, Edson, que pleiteava concorrer à prefeitura, tornou-se inelegível. Apesar da recomendação expressa de inelegibilidade para casos desta natureza pelo Ministério Público Federal (MPF), ele promete recorrer. No máximo conseguirá uma Liminar para garantir este direito, mas, mesmo com decisão favorável, seus votos não serão contados. A sessão foi tensa. Muitos grupos políticos têm interesses diferenciados nesta questão. A saída de Edson do páreo deixa praticamente isolado o seu vice, Nadson Monteiro (PR), que não se posicionou até o momento. Especula-se que a deputada Simone Morgado possa vir candidata no lugar de Edson. Paralelamente, crescem os dois candidatos de Jatene, o atual prefeito que disputa a eleição, João Nelson Pereira Magalhães (PPS), e seu opositor direto que vai polarizar a campanha, “Raimundão” (PSDB). O grupo de Eulina Rabelo (PSD), depois de flertar com diversos grupos, acabou por pactuar com a gestão atual, que antes combatia. Os bois já estão a voar antes mesmo das eleições municipais. Depois da votação, Edson Oliveira saiu aos gritos da sessão. Acompanhe nas imagens que circulam grupos de watzzapp em Bragança.
Fonte © #TRIBUNADOSALGADO


Tecnologia do Blogger.