#PRÊMIO Ao Mestre Beto, com Carinho

Parabéns Professor Beto Amorim: Não tenho como não declarar a minha boa inveja pelo fato do meu amigo Beto Amorim ganhar um Prêmio nacional, EDUCADOR DESTAQUE (Prêmio Escola Voluntária).
Afinal, cada vez que um amigo meu brilha a minha vida se ilumina.
E Beto tem merecimento, é um cidadão simples, correto e prático.


Simpático, suas palavras são certeiras, no dia a dia, no rádio, nas aulas, na Academia de Letras, cena política.
Como um amigo que deste homem obteve colaboração, e que sempre lhe será grato, e não apenas por ter sido sempre parceiro meu, mas por ser quem é, ético e correto.
Nós os cidadãos bragantinos temos orgulho de nossa terra.
E pessoas como o Beto nos fazem ter ainda mais força e jamais perder as esperanças.
Toda vez que uma oficina do projeto “Aluno Repórter” começa eu fico sonhando: vem aí mais uma jovem, vem aí mais um jovem, a juventude apontando seus caminhos e fazendo a diferença.
Este projeto comandado pelo Beto não forma apenas futuros jornalistas, ele forma eres humanos, em humanidades.
Este Prêmio nasce, portanto, por isso mesmo, com apoio das escolas e dos professores que são com ele e como ele empenhados, e que são seus colaboradores, nas escolas, ou seja, parceiros que juntos se reconhecem e reconhecem os esforços, os seus e os dos demais professores bragantinos, por uma Bragança melhor.
Quem ganha este Prêmio, portanto, é a comunidade, as escolas, os professores e os estudantes.
Um Prêmio para um Educador – EDUCADOR DESTAQUE é uma conquista merecidamente pessoal, mas há de ser também coletivo, porque para além dele nos deixa contentes, ele também nos trás mais esperança.

Obrigado Professor Beto Amorim

© Francisco Weyl, poeta (CARPINTEIRO DE POESIA)
(FOTO: #PrêmioEscolaVoluntária)

PS: Reproduzimos dois comentários na Fã-Page da #TS

(https://www.facebook.com/TRIBUNADOSALGADO/photos/a.242262865897873.1073741828.237962472994579/278415845615908/?type=1&theater)

Carpinteiro de Poesia> E a cidade brasileira mais pobre entre aquelas com cem mil habitantes acolhe o seu Professor Beto Amorim pela sua conquista pessoal que é de todos nós, porque pessoas como o Senhor fazem com que nos orgulhemos desta "pobre" e rica terra. Sigamos seu exemplo, Professor. Não é fácil lidar muitas vezes com uma pobreza ainda maior que é a de alma e de coração, pelo que temos de ser ainda mais fortes mas jamais duros, como naquela máxima do Che Guevara: "endurecer sem perder a ternura"


Beto Amorim Muito obrigado pela acolhida, caro amigo Carpinteiro de Poesia!! A sinceridade em tuas palavras, além de emocionar-me profundamente, fazem-me crer que podemos nos unir ainda mais em favor da nossa juventude, em favor de um mundo melhor, de uma Bragança mais rica. Obrigado, mesmo, caro amigo e irmão Francisco!! Esta conquista é nossa!!!
Tecnologia do Blogger.