Ajuruteua se penteia para o caboclo passar



Eua é uma terminação de origem tupi que significa muito. Assim sendo, Ajuruteua é uma expressão que significa terra de muitos ajurus. Há demasiados pés desta frutinha de cor vermelha clara numa das praias mais procuradas por paraenses e turistas , principalmente nesta época de julho. Há também muitas histórias e estórias de amores por sobre asdunas onde florescem estas frutas.

Ajuruteua é isso.
A Ilha fica há 36 quilômetros de Bragança, distante cerca de 200 quilômetros de Belém. A viagem em média dura duas horas e meia de Belém a Bragança (BR 316). E cerca de trinta minutos de Bragança a Ajuruteua (PA 458). E o percurso tem paisagens majestosas, com direito a garças, guarás, pica-paus, urubus-rei, além de “verdadeiros” oásis formados pela acumulação das águas marinhas ao largo da rodovia que corta o mangue. Mas, cuidado com os caranguejos na pista, porque, no período do “suatá”, eles saem dos manguezais para namorar. E recomenda-se também cuidado com os canais e as marés para não ficar ilhado.
Ajuruteua se divide em dois núcleos, sendo a Vila de Pescadores onde se pode comprar peixe fresco, apesar de que maior parte do produto aqui pescado vai para outros centros e praças. Outro núcleo é a própria Praia, onde moram cerca de trezentas pessoas, a maioria das quais em casas de madeira. Mas há muitas pousadas e residências para aluguel por temporada. A vantagem dos últimos anos é que o Ministério Público proibiu a circulação de veículos na praia, ou seja, as famílias têm que se preocupar apenas com o protetor solar das crianças, sem aquele estresse típico dos grandes centros urbanos.

TRIBUNA DO SALGADO © FOTO: #DriTrindade



Tecnologia do Blogger.